Secretaria Estadual de Saúde da Bahia, mostra desconhecimento ao citar erro de Dra. Raissa em Live como Fake News.

Secretaria Estadual de Saúde da Bahia, mostra desconhecimento ao citar erro de Dra. Raissa em Live como Fake News.

Da Redação

A Secretaria de Saúde da Bahia chamou de “fake news” uma declaração dada pela médica Raissa Soares durante uma live no Instagram. Na live, Raissa afirmou que “quem teve Covid só deve tomar uma dose da vacina”. “E a recomendação da Sesab, aqui da Bahia, que tem orientado e acredito que seja uma orientação federal, que quem já teve Covid já estimulou o sistema imunológico uma vez. Toma uma dose da vacina, não toma duas”, acrescentou Raissa Soares.

Na nota, a Sesab diz que a orientação de Raissa Soares foi feita de forma equivocada. “A imunidade natural (provocada por doença) não possui um tempo exato de permanência, logo é preciso fazer o esquema vacinal em duas doses”, diz a nota.

Agazetta apurou que na verdade esta informação da Dra. Raissa Soares é verídica e tal procedimento é recomendado e adotado nos principais centros de controle de doenças do mundo, como é fundamentado no Centro de Saúde da Espanha que orienta dar uma dose da vacina contra o Covid 19 depois de 3 meses de ter acometido da doença e curado, e da mesma forma, o Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos que recomenda uma dose de vacina depois de 9 meses de terem tido a doença.

Já o instituto Butantã fabricante da vacina em sua bula orienta, a não utilizar a vacina como reforço para as pessoas afetadas pelo Covid 19, o próprio fabricante na bula da sua vacina não recomenda ajuste na parte que diz: ‘USO EM PESSOAS COM INFECÇÃO PRÉVIA DE SARS COV 2.”

Conforme apurou a Agazetta, a própria Sesab – Secretaria de Saúde da Bahia, que diz que é “preciso fazer um o esquema vacinal em duas doses.” Essa afirmação é leviana, especuladora e de falsa ciência e demonstra total desinformação e entendimento da Sesab.

Secretário Fabio Villas Boas, quando estava comedido de COVID

Tal procedimento, reafirma uma total falta de critério de Sesab e demonstra claramente o despreparo do Secretário de Saúde do Estado. Fica evidente que quando se trata de combater o Vírus a Secretaria usa critérios políticos e utiliza informações sem confirmação cientifica para defender determinadas teses.

O procedimento de duas doses não tem comprovação cientifica nenhuma. A vacina é diferente de medicamento que pode ter evidências científicas nível 1, 2 e 3.  A Sesab não tem nenhuma base cientifica para afirmar de que preciso de duas doses, falam por falar, pela lógica de que quanto mais, melhor. Parece mais que copiou a informação do MS e colou e sua nota. Então não se pode colocar que a notícia é falsa quando não tem fundamento científico. Porque se tratando da vacina, o laboratório da própria vacina diz: “sem recomendação de doses para quem contraiu o Sars Cov 2”, ou melhor, Coronavírus.

Cópia da Bula da Vacina Produzida pelo Instituto Butantan

O que fica comprovado é que não se aplica Fake News denegrindo a imagem e a credibilidade de uma profissional saúde como Doutora Raissa Soares, que conquistou na sua dura luta permanente junto com seus pacientes que já passaram mais de 3000 mil vidas salvas, que estão livres, e que infelizmente ficam aguardando as vacinas chegarem diante da morosidade da Sesab em distribuir as vacinas para Porto Seguro, Bahia.  Conforme boletins diários da Secretaria de Saúde de Porto Seguro, o município bate recordes atrás de recordes sempre chegando a 100% muitas vezes na aplicação da vacina junto ao povo, mesmo ficando refém dos atrasos da Sesab no repasse das vacinas enviadas pelo governo Federal.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *