PF reprimir a caça de animais silvestres em unidades de conservação federal no Vale Do Paraíba

PF reprimir a caça de animais silvestres em unidades de conservação federal no Vale Do Paraíba

Os suspeitos divulgavam em redes sociais eventos de turismo para promoverem caça ilegal em parques nacionais da região.

Cruzeiro/SP – A Polícia Federal cumpriu nesta manhã (30/7), na cidade de Guaratinguetá/SP, um mandado de busca e apreensão, no bojo da operação “SAFARI VIRTUAL”, com a finalidade de reprimir a prática de caça de animais silvestres em unidades de conservação federal situadas no Vale do Paraíba.

Durante as investigações, foram verificados indícios de que o principal investigado seria administrador de grupos em redes sociais denominados “caçadores de paca”, divulgando o turismo para fins ilícitos na região dos Parques Nacionais das Serras da Mantiqueira e da Bocaina.

A caça proibida ocorre com uso de cães, que sofrem intenso sofrimento, com ferimentos e mutilações. Sete policiais federais cumpriram um mandado de busca e apreensão, expedido pela 1ª Vara Criminal da Subseção Judiciária de Guaratinguetá/SP, em três imóveis contíguos que compõem uma propriedade rural.

Se confirmadas as suspeitas, o investigado poderá responder por caça ilegal de espécimes da fauna silvestre, com pena aumentada pela prática em unidades de conservação (Artigo 29, §4º, V da Lei 9.605/98), maus tratos a animais na modalidade qualificada contra cães (Artigo 32, §1ºA, com redação dada pela Lei 14.064/2020) e posse irregular de arma de fogo de uso permitido (Artigo 12 da Lei 10.826/2003).

Comunicação Social da Polícia Federal em Cruzeiro/SP

Share