O SEU PORTAL NA BAHIA

Notícias Mundo

Vin Diesel é acusado de agressão sexual por ex-assistente de produção

Denúncia aponta que o ator forçou relações com a mulher em uma suíte de um hotel, durante as filmagens de Velozes e Furiosos 5

Vin Diesel é acusado de agressão sexual por ex-assistente de produção
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Uma ex-asssistente de produção de Vin Diesel está movendo uma ação contra o ator por agressão sexual durante as filmagens do filme “Velozes e Furiosos 5”, em 2010. Na denúncia, Asta Jonasson relata que o caso ocorreu no hotel St. Regis, em Los Angeles. O documento foi apresentado nesta quinta-feira, 21. Na ocasião, segundo a denúncia, o artista encurralou a mulher, passou as mãos pelo seu corpo e se masturbou, sem o consentimento de Asta. Segundo a petição inicial, ela ficou “aterrorizada” e recusou as investidas diversas vezes, O caso se tornou público após a revista “Vanity Fair” obter acesso aos documentos da ação judicial. O documento descreve que a mulher foi contratada pela empresa de Vin Diesel, One Race, para trabalhar na produção do quinto filme da franquia Velozes e Furiosos, em Atlanta. Ela ficou encarregada de organizar festas e acompanhar o ator em eventos. Em 2010, Asta foi solicitada a ficar na mesma suíte do artista, enquanto ele entraria com duas mulheres que o mesmo as trouxe de uma boate. A denúncia conta que o ator teria agarrado os pulsos da ex-assistente e puxado para cama. O ato teria ocorrido após as outras mulheres terem saído do quarto. Logo depois, ao tentar correr para o banheiro, ele teria prensado ela contra a parede e, mesmo após ela ter dito não, ele se masturbou. Horas depois do ocorrido, a irmã e presidente da One Race, Samantha Vicent, rescindiu o contratato de Asta.

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!