O SEU PORTAL NA BAHIA

Notícias Justiça

Polícia Federal conclui que Bolsonaro não “importunou” baleia jubarte

Ex-presidente se aproximou do animal durante passeio de jet ski no litoral paulista em junho de 2023

Polícia Federal conclui que Bolsonaro não “importunou” baleia jubarte
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A Polícia Federal concluiu o inquérito que apurava se o ex-presidente Jair Bolsonaro importunou uma baleia jubarte durante um passeio de jet ski, em São Sebastião, no litoral paulista. O caso ocorreu no feriado de Corpus Christi de 2023.

Para o delegado responsável pela investigação, Breno Adami Zandonadi, por mais que “as condutas dos investigados se mostraram inadequadas”, as provas dos autos “não chegaram a efetivamente representar os intencionais molestamentos previstos no tipo penal”. Ou seja: o ex-presidente não foi indiciado.

O inquérito foi encaminhado ao Ministério Público Federal, a quem cabe decidir se há elementos para oferecer denúncia. O MPF também pode solicitar mais diligências.

Histórico

A investigação durou cinco meses e foi aberta a partir da publicação de um vídeo nas redes sociais, em que Bolsonaro aparece em um jet ski com motor ligado a aproximadamente 15 metros do animal.

A lei brasileira proíbe pesca e “molestamento intencional” desses animais nas áreas litorâneas. A pena para esse tipo de crime é de dois a cinco anos de prisão, além de multa.

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!