Membros do Conselho Municipal de Saúde de Porto Seguro, impede compra de remédios e o tratamento precoce para a população.

Membros do Conselho Municipal de Saúde de Porto Seguro, impede compra de remédios e o tratamento precoce para a população.

Conselho Municipal de Saúde de Porto Seguro erra em pedir para bloquear as compras da hidroxicloroquina e a de todos os medicamentos utilizados no tratamento precoce, que vem salvando vidas em Porto Seguro.

E não apresenta nenhuma comprovação cientifica que contradiz a utilização de um medicamento que é comprovadamente eficaz no combate a diversos tipos vírus há muito tempo. A ação politiqueira é coordenada para evitar que os tratamentos de Dra. Raissa Soares e seus colegas sejam feitos e prescritos pelos médicos.
O Tratamento imediato ou precoce nunca esteve tanto no auge como agora e vem salvando vidas no Brasil e no mundo. Além disso, suas profilaxias são feitas em bairros inteiros de Porto Seguro e nestes bairros o Covid 19 não tem tido chance e vez.


Esta ação, vem prevenindo a população de qualquer surto novamente, e os que pegaram o Covid foram sarados com um índice de recuperação de 98,7% e outros imunizados que nem pegam mais a doença, podendo assim dizer que estão livres para trabalhar, fazer compras, ir ao supermercado, podem correr, se exercitar e participar da sua vida como era antes.

Dra. Raissa Soares Secretaria de Saúde e o Prefeito Jânio Natal

Hoje, Porto Seguro está segura e com o vírus controlado pela secretaria de saúde, seus agentes, médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e todo o pessoal da higienização trabalhando como verdadeiros heróis.
Hoje a cidade é conhecida de forma positiva, sendo enaltecida nas mídias nacionais, inclusive na CPI por diversas vezes e por diversos dias é dito que Porto Seguro é caso de sucesso na aplicação do tratamento precoce.
Na cidade não se vê aluga-se, ou falência e sim todos abertos e trabalhando e ganhando dinheiro para pagar os salários de seus funcionários e o sustento de sua família. E o mais importante é que o tratamento de Porto Seguro foi também adotado e consagrado pelo Ministério da Saúde o seu protocolo como vimos em publicação do dia 12/04/2021

“Alguns dos primeiros sintomas da covid-19 são tosse, febre, dor de garganta ou coriza e perda do olfato ou do paladar – ao primeiro sinal, a recomendação é buscar um posto de saúde.” O atendimento imediato possibilita que o médico adote a melhor conduta, faça o acompanhamento do paciente e oriente sobre o controle da transmissão do Coronavírus para outras pessoas. O diagnóstico rápido aumenta as chances de cura e reduz a necessidade de internação e tratamentos intensivos.”

Dizer que o tratamento precoce não foi adotado pelo Ministério da Saúde, é leviano e tenta construir uma falsa ideia de que foi proibido o tratamento precoce na fase inicial da doença, nos primeiros sintomas, e isso não é verdade.

Nos primeiros sintomas da doença o ministério da saúde recomenda fazer o tratamento precoce de forma imediato e como diz a Dra. Raissa Soares: “precisamos entrar com o tratamento imediatamente nos primeiros sinais de sintomas, por estarmos debaixo de pandemia do Covid 19, e temos uma janela de ataque contra o vírus, usando as medicações, de 7 a 8 dias.” Geralmente nesse período o vírus perde a força e pode até ser
eliminado no corpo dos pacientes.”


A Dra. Raissa que atendeu até hoje com sua prescrição médica, cerca de 3500 pacientes com casos de Covid e zero óbito, tem seu tratamento consagrado mundialmente. Junto com uma turma de médicos que adotaram o tratamento e já acumulam mais de 2200 Covid e zero óbito no tratamento.

Os boatos que são veiculados em alguns portais de notícias da região, se contradiz por falta de apuração de dados e informações, assim como o próprio Conselho Municipal de Saúde da cidade, que deveria analisar os números e não ficarem se travestindo de defensores da vida, quando na verdade utilizam-se de seus calados para disseminar ódio e ciúmes.
Porto seguro é um case de sucesso, contra o Covid, só não enxerga que não quer ou possui uma cegueira de militante burro, que só olha para as unhas do pé.

Às vezes é mais lucrativo defender as pessoas que fizeram e fazem parte de casos de roubo, morte, prisão e desvio de dinheiro público. A cidade era conhecida nas páginas policiais, de bandidos ligados a mortes e roubos, além das drogas e a loucura do turismo sexual.
Hoje, Porto Seguro, Bahia, é levado mais a sério nas mídias sociais, e o passado de páginas de terra de ladrões está esquecido, e assim passou a ser conhecida como a terra do tratamento precoce, um dos poucos lugares no planeta que defendeu sua população com um tratamento contra o Covid 19, que se tornou a defensora das vidas diante de uma guerra biológica que matou mais de 500 mil pessoas só no Brasil.

Cidade de Porto seguro – 3º Maior Destino Turístico do Brasil

O Conselho Municipal de Saúde de Porto Seguro, sem base alguma, é refém de militantes políticos, vestidos de cidadãos para sim se colocar contra o tratamento precoce na fase inicial e isso vai negar as pessoas mais simples da população a chance de receber o tratamento inicial e sarar do Covid 19. A ação baixa e rasteiro de alguns vulgos representantes do CMS elimina a chance de socorro as pessoas acometidas pelo Covid 19 e que estão na fase inicial da doença.
O Ministério Público Federal recomenda e defende o tratamento precoce da Dra. Raissa Soares. E as fórmulas da consagrada médica de Porto Seguro, Ba.

Na verdade, o Governo Municipal deveria destituir todo o Conselho e dizer para eles que a politicagem baixa e rasteira não salva vidas e sim todo e qualquer esforço em busca de soluções que ajudem os médicos da nossa cidade a continuar diminuindo o impacto da pandemia em nossas vidas, em nossos negócios em nosso turismo que é a grande força da nossa cidade. Enfim o protocolo de Porto Seguro feito por Dra. Raissa Soares com seus colegas curaram as pessoas de todo o mundo, pelas mãos daqueles que o adotaram para salvar vidas.

E pra fechar, que fique bem claro que Raissa Soares, não tem como ambição cargos políticos ou ações politiqueiras, mas só se importa em trabalhar de maneira transparente e salvar vidas. O que acreditamos que deve ser o papel de qualquer um que se intitulo médico de verdade.

Por Sérgio Tripper
Publicitário e Jornalista

Share

6 thoughts on “Membros do Conselho Municipal de Saúde de Porto Seguro, impede compra de remédios e o tratamento precoce para a população.

  1. Simples, é só convocar uma reunião extraordinária do CMS e o povo comparecer em massa na reunião!! Quero ver esses militontos argumentar sobre não comprar tratamento precoce para a população!!

  2. Janio exerça sua autoridade do executivo e convoque uma audiência pública e exponha as razões pela qual o tratamento precoce é confiável e positivo no tratamento precoce e mande que CMS se contraponha cientificamente. A voz do povo é a voz de Deus.

  3. E mentira quando vc diz que a casuística dela tem zero óbito !! Ela encaminha os pacientes a uti mais que qualquer outro profissional! E ao encaminhar ela retira o paciente da casuística ! Tem vício de seleção !! Os pacientes na uti que mais morrem são os dela !!

  4. Quanta asneira esse jornalista está falando, a que ponto chegamos Brasil. Por falta de conhecimento médico, ou corrupção pra lucrar com a compra do tal Kit Covid-19, como estamos acompanhando, muitas pessoas divulgaram ou compartilharam informações falsas a respeito das formas de contágio pelo Coronavírus e posicionaram-se contra o isolamento social e até mesmo contra o uso de máscaras, o que certamente colaborou para aumentar o número de casos e de mortes. Quem apoia o tratamento precoce é também responsável pelas milhares de mortes que tivemos desde o início da pandemia e contra o efeito das vacinas, um dos maiores avanços já conquistados pela medicina, responsável por evitar um número incontável de óbitos. Parabéns ao Conselho de Saúde de Porto Seguro por resistirem contra esse projeto do mal.

  5. Resposta a Tiago Santos Gomes : amigo pare de ser papagaio de políticos e de ideias sem noção. Agindo assim vc estará contribuindo para enlutar mais famílias. Genocídio é o que vc está defendendo. Proibir dar medicamentos para a população é ato criminoso. Deixe o prefeito Jânio Natal, Dra Raissa e demais profissionais da saúde continuarem está luta para salvar vidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *