Flytour é vendida por R$ 500 milhões a grupo mineiro Belvitur

Segundo Cohen, a aquisição faz parte da estratégia de tornar a maior plataforma de turismo do país

RIO – A Flytour, uma das maiores agências de viagens corporativas do país, foi vendida para o empresário Marcelo Cohen, presidente da mineira Belvitur e de outros negócios de turismo. O negócio envolveu um total de R$ 500 milhões, segundo informou o Valor Econômico.

Cohen assumirá a presidência da companhia enquanto Eloi D’Ávila, fundador da Flytour, terá uma cadeira no conselho da nova empresa.

Com a aquisição, a expectativa é que o novo grupo volte aos patamares de vendas de 2019, na ordem de R$ 6,2 bilhões, e até final de 2023, acima de R$ 10 bilhões.

Demanda reprimida

Segundo Cohen, a aquisição faz parte da estratégia de tornar a maior plataforma de turismo do país. O empresário vem investindo em tecnologia para criar um ecossistema robusto. Ele acredita na retomada do mercado em 2022.

“Há uma demanda reprimida que ganhará força nos próximos meses, à medida que a vacinação avança, reforçada com a abertura das fronteiras. Por isso, a importância do movimento de investir agora em tecnologia. Todas as aquisições recentes possuem raízes tecnológicas. A visão de futuro é que o grupo se torne expert em soluções tecnológicas de turismo. A tecnologia vai reinventar nosso negócio, mas a relação humana ainda é a chave para nosso sucesso”, disse Cohen.

Share