Exigência de vacina provoca cancelamentos em massa em Gramado (RS)

Secretário de Cultura comentou o caso e disse que tomará providências para proibir a segregação de turistas

Uma noticia assombrou o mercado de turismo no Brasil. A Gramadotur realizadora e principal fomentadora do destino Gramado, informou através de nota oficial que ira restringir o acesso de turistas a cidade durante o Natal Luz, principal evento da cidade. O principal espetáculo segundo a Gramadotur, vai ser modificado. Serão 60 espetáculos diferentes e poderão ser apresentados por dia, até 30 de janeiro, mas não apenas o do Lago Joaquina Bier), apresentado diariamente no Lago Joaquina Bier, abriu sob o signo de severas restrições de circulação de público, tudo por exigência do governador Eduardo Leite:

Esta ação, provocou uma cancelamento em massa de pacotes já adquirido por diversas pessoas de todo os Brasil, criando um grande mau estar entre as operadores de turismo que operam para este destino. A informação fui publicada no portal oficial da Prefeitura de Gramado.

1) Somente 2 mil dos 6 mil lugares das arquibancadas podem ser ocupados.

2) Ninguém pode entrar se não apresentar passaporte vacinal ou testagem recentíssima.

Antes mesmo de começar o espetáculo de abertura, ontem, 4 mil turistas resolveram cancelar as compras que tinham feito, pedindo o dinheiro de volta. As compras referiam-se a datas diversas.

– A informação foi confirmada pela presidente da Gramadotur, Rosa Helena Volk.

NOTA OFICIAL
A Autarquia Municipal de Turismo (Gramadotur), vem através desta nota pública informar que, a partir do início do 36º Natal Luz, dia 28 de outubro, será exigida a apresentação da comprovação da vacina para acesso aos espetáculos do evento. A determinação em Decreto (56.120, de 1º de outubro de 2021) pelo Governo do Estado do Rio Grande do Sul em exigir este documento deverá ser cumprida por todos os promotores de eventos.

Além do comprovante, que pode ser físico ou eletrônico, o uso de máscara continua sendo obrigatório, assim como a disponibilidade de álcool gel e distanciamento nunca inferior a um metro.

O comprovante de vacinação oficial pode ser obtido no aplicativo Conecte SUS ou por outro meio comprobatório, como caderneta ou cartão de vacinação emitido pela Secretaria Estadual da Saúde (SES) de cada Estado ou outro órgão governamental. Sem este documento, poderá ser apresentado o teste realizado contra a Covid-19, porém nunca superior a 72 horas da data do espetáculo.

Confira o Decreto 56.120, de 1º de outubro de 2021, através do link https://bit.ly/30DsIzQ

Gramado, 18 de outubro de 2021.

Share

2 thoughts on “Exigência de vacina provoca cancelamentos em massa em Gramado (RS)

  1. Que fique tudo vazio, com essa exigência esdrúxula é inconstitucional, além de burra !

  2. E o Carnaval ? Não vi STF , governadores nem prefeitos ir contra !
    Hipocrisia né

Comments are closed.