Direita em guerra: Bia Kicis sobe o tom contra Sara Winter e clima esquenta

Na entrevista que Sara Winter concedeu à Revista IstoÉ ela acusou o general Heleno de ter dado ordem para os ataques ao STF

A deputada bolsonarista Bia Kicis resolveu se pronunciar nesta segunda-feira, dia 22 de novembro, após as declarações da ativista Sara Winter, para a Revista IstoÉ. Vale lembrar que Sara Winter foi presa após ataques aos ministros do STF com o famoso grupo dos 300, que na época acamparam na Esplanada dos Ministérios.

Na entrevista que Sara Winter concedeu à Revista IstoÉ ela acusou o general Heleno de ter dado ordem para os ataques ao STF. Além disso, também afirmou que outros bolsonaristas estavam por trás da organização contra os ministros e citou Daniel Silveira e Bia Kicis.

Pouco tempo após grande divulgação da mídia após as declarações de Sara, os apoiadores do presidente já começaram a se defender, negando as acusações da ativista. Só para lembrar, Sara Winter já foi feminista e apoiadora da esquerda.

Bia Kicis deixou claro que tudo que a ativista falou sobre ela é mentira e que nunca orientou ataque a ninguém: “Tudo q a Sara Winter falou sobre mim é mentira. Nunca dei qualquer orientação de ataque a ninguém e jamais disponibilizei assessor p/ ajudar no acampamento e muito menos advogado. Não sei se sua mentira é estratégia, desespero ou pura maldade. Não sei se há alguém por trás. Sara mente.” declarou a deputada.

Share