Apoteótico! O Brasil Verde e Amarelo diz sim ao Presidente: EU AUTORIZO.

Apoteótico! O Brasil Verde e Amarelo diz sim ao Presidente: EU AUTORIZO.

Fotos Exclusivas dos Atos realizados em todo território nacional.

1º de maio de 2021, sábado, registrou as maiores manifestações de rua dos apoiadores do presidente Bolsonaro desde a sua eleição em outubro de 2018. A direita, vestida de verde-amarelo, portando bandeiras do Brasil, tomou conta das ruas das capitais e principais cidades do país em defesa de alguns princípios, como o voto auditável (impresso), as reformas do Estado e a defesa da liberdade contra o socialismo. “Foram as maiores manifestações da direita após a eleição do presidente Bolsonaro”, destacou o cientista politico Paulo Moura, do canal Dextra.

Nessa data em que tradicionalmente sindicatos e partidos de esquerda dominavam as manifestações em comemoração ao dia do trabalhador, cidades como Belo Horizonte, Salvador, Natal, Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Recife, entre outras em todo o País, viram manifestantes vestidos com as cores da Bandeira Nacional portando cartazes com palavras de ordem de apoio ao presidente, contra o STF, contra as quarentenas e lockdowns.

Na maioria das cidades as concentrações começaram às 09:00 da manhã, e nesse horário já havia manifestações nas ruas de Brasilia, Salvador, Natal, Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife e S. Paulo, entre outras.  São Paulo, foi a cidade que registrou a maior manifestação. A  Avenida Paulista foi fechada por manifestantes portando bandeiras, faixas e cartazes em apoio ao presidente. O auge da manifestação na capital paulista aconteceu depois do meio dia, quando a manifestação já ocupava quatro quarteirões. No Rio de Janeiro, também registrou grande comparecimento de manifestantes na praia de Copacabana, que tomaram toda a extensão da Av. Atlântica. Em Brasília, a concentração aconteceu no gramado da Esplanada dos Ministérios, com participação de integrantes e apoiadores do governo, incluindo o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente.

Em Porto Seguro, Terra Mãe do Brasil, as manifestações se estenderam por toda a cidade. Cerca de 8 Mil pessoas, realizaram uma carreata que percorreu as principais ruas do centro, bairros e orla da cidade. Um movimento limpo, que contou somente com a participação popular. A carreta com com o apoio da Guarda Municipal do Município, a pedido dos coordenadores, para evitar maiores transtornos no trânsito.

A imprensa tradicional tentou desconhecer e desqualificar a manifestação, porém, mais uma vez, se viu surpreendida com a força das convocações feitas pelas mídias sociais. As consequências políticas desse ato do 1.o de Maio de 2021 deverão resultar numa maior aceleração das reformas (administrativa e tributária) já pautadas no Congresso, e numa maior assertividade do presidente Jair Bolsonaro, concluiu o cientista politico Paulo Moura.

Presidente sobrevoa a manifestação em Brasilia

Presidente Jair Bolsonaro, sobrevoou a manifestação em Brasil de Helicóptero
Com manifestações a seu favor acontecendo em várias capitais do país, o presidente Jair Bolsonaro usou neste sábado um helicóptero das Forças Armadas para sobrevoar a Esplanada do Ministérios, onde centenas de pessoas se reuniram. Manifestantes esperavam a participação do presidente, mas, depois de sobrevoar a Esplanada por cerca de meia hora, Bolsonaro voltou ao Palácio da Alvorada. Manifestações aconteceram, além da Esplanada dos Ministérios, em Brasília, em Copacabana, no Rio de Janeiro, na Avenida Paulista, em São Paulo, e no Parque Moinhos de Vento, em Porto Alegre, além de outras capitais. Nas redes sociais, os bolsonaristas conseguiram subir a hashtag “Eu Autorizo”, em referência a uma fala de Bolsonaro, há cerca de duas semanas, em que o presidente disse que esperava “um sinal do povo” para agir, sem deixar claro a que tipo de ação estava se referindo. Nas manifestações, algumas faixas defendiam uma “intervenção militar com Bolsonaro no poder”, além da aprovação do voto impresso e o fim das medidas de restrição de circulação decretadas nos Estados para conter a pandemia de Covid-19.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *