Após criticar a esquerda, Juliana Paes será punida pela Globo

Após criticar a esquerda, Juliana Paes será punida pela Globo

Juliana Paes está sendo perseguida por não se submeter ao esquerdismo da classe artística

Segundo a coluna de Carla Bittencourt no site Metrópoles, o alto escalão da Rede Globo está com medo de Juliana Paes se tornar uma nova Regina Duarte, outra famosa e veterana estrela da emissora, mas que se aliou ao Governo Bolsonaro. Isso porque Juliana proferiu aquelas corajosas declarações contra a esquerda, num vídeo de mais de cinco minutos, em que chegou até a dizer que não apoia ”delírios comunistas no Brasil”.

Toda a crise teve início com o depoimento da dra. Nise Yamaguchi, apoiadora de Bolsonaro, na CPI do Senado. Todos ficaram horrorizados com a violência verbal dos senadores, que trataram a doutora como lixo. Juliana saiu em defesa dela em seus stories, numa postagem única e simples, mas a esquerda ficou irada com a atriz. Uma colega em específico teceu críticas que incomodaram Juliana, que então publicou aquele vídeo como resposta.

E os chefões da Globo agora partem para a retaliação. Não podem simplesmente demitir a musa Juliana Paes ou retirá-la de programas, mas podem retirá-la de outras programações e aparições na emissora, e é isso que farão, segundo o portal Metrópoles. E não apenas com Juliana.

O apresentador do The Voice Kids, Márcio Garcia, já era conhecido por apoiar Bolsonaro, e foi um dos artistas que demonstraram apoio público aos comentários de Juliana. O alto escalão socialista da Globo, que passa a mão na cabeça dos seus artistas comunistas, agora está pensando em como colocar também Márcio Garcia na geladeira.

Bom, pelos menos algumas celebridades demonstram preferir continuar com seu caráter e independência de pensamento, do que continuar nas graças dessa emissora decrépita, que caminha inevitavelmente para a falência!

Share