651 médicos da Bahia assinam Manifesto a favor do Protocolo Precoce

651 médicos da Bahia assinam Manifesto a favor do Protocolo Precoce

Dra Raissa Soares foi convidada a ser divulgadora oficial do manifesto médico baiano

Esteve em Porto Seguro, no Extremo Sul da Bahia, o médico e professor Doutor José Tavares Neto, Livre-docente em Doenças Infecciosas e Parasitárias pela FMB-UFBA, ou seja, profissional da área de saúde correspondente pós-doutorado do Brasil, isso significa ser uma pessoa com conhecimento acima do doutorado e, por este motivo possui propriedade intelectual técnica mais do que suficiente para defender um posicionamento específico sobre infectologia em saúde.

O médico foi ao município com uma missão extremamente importante: se encontrar com a Dra Raissa Soares para entregar, pessoalmente, um Manifesto com abaixo assinado em defesa do tratamento precoce e da autonomia médica. A Dra Raissa Soares, atual Secretária de Saúde da cidade de Porto Seguro, desde o início da pandemia em 2020, tem divulgado e orientado pacientes e profissionais médicos a utilizarem do tratamento precoce e da profilaxia para combater na fase inicial o Covid19.

O documento, assinado até o momento por 651 médicos do Estado, considera os estudos científicos observacionais e clínicos disponíveis, além da experiência clínica em âmbito pessoal da comunidade dos profissionais médicos que estão a prescrever e a orientar as diversas modalidades de tratamento inicial, precoce ou imediato para a virose Covid19. O abaixo-assinado ressalta também a defesa intransigente da autonomia médica e dos pacientes para que, livremente, deliberem em conjunto sobre as atuais propostas terapêuticas contra o coronavírus.

O mesmo manifesto defende as boas práticas médicas na Bahia e no Brasil e do trabalho em prol da saúde dos pacientes e da população em geral. Doutor Tavares Neto também solicitou a Dra Raissa Soares a responsabilidade de ser a divulgadora desse manifesto médico em prol da vida. Sendo assim, cada dia mais fica comprovado a eficácia do Tratamento Precoce, que vem sendo adotado por mais profissionais da área de saúde que visualizaram o quão eficaz tem sido a utilização terapêuticas do tratamento fielmente defendido pela atual secretária de saúde de Porto Seguro.

Um fato interessante que deve ser ressaltado é que o manifesto, além do 651 médicos que tiveram as assinaturas validadas, foi também assinado por 386 médicos que estão com o Registro Provisório da profissão e por mais 19 médicos que pediram para tirarem seus nomes por temerem represálias por parte dos seus empregadores: gestores públicos, prefeitos, secretários etc.

Redação AGAZETTA
Por: Vinícius Brandão
Jornalista

Share